quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Inveja eu? Nem moooorta


Você viu ela? Mudou o cabelo e tá se achando, nem achei que ficou bom. Você viu o Pedro, foi promovido e eu aqui, empresa não reconhece mesmo. A Ana come feito um boi e não engorda, já eu. Que carro é aquele do vizinho? Que adianta ter um carrão e 3 quilos de boleto? O namorado da Luiza nem é tão bonito como ela disse. Por que só ele é elogiado pelo chefe? Noooossa, mas que blusinha decotada. Quem vê esse cara saindo sempre acha que ele pode. Ela não tem mais idade para isso. Viajar pra onde??? Silicone? Os meus são naturais, bem melhor. Ah...é? Ele ganhou aquela promoção? Quem disse que eu queria isso? Simpatia demais é falsidade. Ele te ligou? Certeza que ela está tomando remédio para emagrecer. Eu no lugar dele, não é por nada, mas faria muito melhor.

Todos os dias o invejoso pede para ser outro porque não aguenta mais a própria terra árida que se tornou. 

Um comentário:

Elaine disse...

Dai, essas frases são tão recorrentes mesmo, uma espécie de , ou a própria, negação da inveja, né?!

Sua última frase falou tudo!

Abraço.