sábado, 24 de julho de 2010

Você precisa do que para ser feliz?

    Para alguns, Lacoste, Harmani,Valentino ou Calvin Klein, seria o bastante, para outros uma Ferrari, uma Lamborghini ou ainda uma Bugatti Veyron.

    O que é bem claro, é que todos vivemos em torno de um mundo consumista em que as pessoas focam sua plenitude e satisfação na conquista de algo material.

    Dessas sensações de plenitude e satisfação é que eu quero falar, pois, senão sempre, a maioria das vezes elas são confundidas ou entendidas com FELICIDADE.

    Os discursos são sempre bem parecidos, tipo: “Ah, eu só serei feliz quando eu conseguir minha casa própria e meu carro na garagem”, ou ainda, “Nossa, agora eu sou uma pessoa feliz, eu tenho tudo que eu sempre sonhei, um bom emprego, amigos, o carro dos meus sonhos". Será que é ai que a felicidade mora, ou se esconde ?

    Para muitos sim, já que baseamos nossa “felicidade” na conquista de bens de consumo. Mas nos esquecemos que essas conquistas bastam somente no momento, porque depois a vida nos põe a prova, pois o emprego tão sonhado te deixa exausto ao final do dia, os amigos, vão te decepcionar um dia, o carro dará problemas como um Fiat 147, portanto acho que a felicidade é bem mais que apenas conquistas que a maioria das vezes é momentânea. Ela é sim, momentos, mas acho que esses momentos de ventura não acontecem através de conquistas e sim quando você é pego de surpresa com uma carta de amor no momento propício.

3 comentários:

ℓ.mirella disse...

Eita! Acho que desse tipo de surpresa eu não morro.

Divido da mesma ideia de que felicidade é mais do que apenas conquistas, mas pequenas conquistas é uma forma suave de felicidade.. e assim vai... há!

xD

Dai disse...

Laís,

realmente, consumo e felicidade viraram sinônimos e o resultado? Acúmulo de lixo, lixo industrial, químico, de conceitos e comportamentos. Basear sua felicidade por aquilo que você pode comprar é tão raso, retrógrado, infeliz. O 'menos mal' é que pessoas assim também comprar prozac, fluoxetina e, quando criativas, um Johnny Walker...rs

beijo

Daniel Savio disse...

Felicidade é ser alegre com o que tem, não ao correr atrás de coisas intaginveis...

Fique com Deus, menina Lais.
Um abraço.