segunda-feira, 5 de julho de 2010

Superstição para ganhar

Confesso que nunca acompanhei uma copa inteira, sempre começava a assistir nas semifinais, principalmente quando o Brasil estava classificado. Mas, este ano resolvi que iria acompanhar os jogos desde o começo. Para não assistir aos jogos sozinha, procurei me reunir com a família ou amigos e uma coisa impressionante que notei foi a quantidade de manias de torcedor que vi. Vi pessoas usando meias da sorte, cuecas da sorte, camisetas da sorte... Vi o dunga pisando três vezes descalço na grama do campo, jogadores rezando antes de entrar em campo, goleiros beijando as luvas e o Maradona prometendo andar pelado pela praça central de Buenos Aires se a Argentina ganhasse. Até o pobre Mick Jagger levou a fama de “pé frio”, pois todos os jogos em que foi o país que estava torcendo perdeu, principalmente o Brasil. Mas, por mais que saibamos que essas coisas não são verdade, não resistimos a uma rezinha ou uma superstiçãozinha para incrementar a torcida. A superstição não é usada somente para os jogos de futebol, mas também para diversas situações, eu mesma uso um pingente da sorte quando tenho alguma apresentação grande ou quando vou fazer alguma prova difícil para dar uma ajudinha moral. Admito que usei nos jogos do Brasil também! E você, tem alguma superstição?

5 comentários:

Dai disse...

Chen,

Eu não tenho superstições (acho). E não fiz nada mesmo durante os jogos. Talvez tenha sido o que faltou pro Brasil engrenar.

=*

Geisa disse...

Oi, Chen!!!
Não fiz mandinga e nem usei a mesma roupa durante todos os jogos (rs) - nem para garantir que o Brasil ganhasse e nem para garantir que a Argentina perdesse...
Como não fiz nada e a Argentina perdeu, acredito que não seja porque não fiz nada que o Brasil não tenha ganhado.... rsrs

Chen disse...

Dai,
Eu acabei fazendo na empolgação e também fui no ultimo jogo. Pelo visto não adiantou muito né?
Beijos!

Geisa,
Sim sim, mas nada como um apoiozinho de um amuleto só pra garantir ^^

Beijos!

Lucão disse...

hehe é verdade!
Hoje não tenho não, mas quando eu era pequeno tinha mtas mtas..
Quando eu andava nas calçadas eu nao podia pisar nos gomos de cimento, nos encontros, só na parte lisa.

ahhhh
hj eu ainda tenho uma... eu como unha.. minha mãezinha acha que é mania, vício, mas não é não, é superstição..
e é por isso que eu não paro. eu que não sou doido de querer saber o que acontece se parar
hehehe

beijos, Meninas.

Chen disse...

Lucão,
Ah, mas quem acredita mesmo na superstição nunca vai deixar, vai saber o azar que pode trazer? Melhor prevenir do que remediar não é?
Beijos!