sábado, 29 de outubro de 2011

Sobre desejos


Tema da semana: desejo


Desejo é algo normal, todo mundo sente, e não estou sendo equivocada ao generalizar.  Seja por aquele lanche gostoso, por aquele moço atraente (ou lanche atraente e moço g... enfim...), desejo de dormir numa tarde de chuva, desejo de ligar para a amiga distante ou nem tão distante assim... Desejos. De acordo com o dicionário o termo significa anseio, ambição, vontade de possuir e fazer algo.
Então esse é o tema da semana e juro que não sei bem o que posso falar a respeito, uma vez que as outras meninas abordaram essa questão tão bem. Complicado.
Tenho sim desejos constantemente, muitos surgem do nada e logo são realizados, outros aparecem, são planejados, demoram tempo para serem saciados. Nada além da normalidade, eu acho. Pensando sobre o que poderia escrever, desejando fazer um texto sobre o assunto (ó!) comecei a questionar quais seriam as semelhanças entre sonhos e desejos. Acho que os desejos são mais intensos, muitas vezes os sonhos acabam sendo deixados de lado, guardados em um potinho e só aparecem quando a pessoa acha que são convenientes. Desejo é algo mais forte, nem sempre é tão duradouro, nem sempre a gente planeja ou esconde. Tem também os reprimidos, que devem ser tratados com todo cuidado.
Às vezes os desejos se tornam obsessões, daí é a hora de colocar o pé no freio, perceber que alguém está sendo prejudicado, machucado... Não é saudável. Sabe aquele ditado de mãe: “tudo em excesso faz mal”? Com desejos também é assim. Não estou dizendo que as pessoas não devem tê-los, não devem sonhar ou ter vontades; devem sim tentar realizá-las sem que se faça mal a alguém, sem que a ambição desmedida tome conta. Não parece simples, mas não é impossível.
E tantas vezes por desejarmos demais, realizarmos os desejos desmedidos, acabamos nos arrependendo por ver que “não era a hora” para aquele determinado acontecimento. Ah, o arrependimento... Tão próximo do desejo, consequência tão comum a tantas atitudes nessa vida... Mas isso é assunto para a semana que vem.


2 comentários:

Elaine disse...

Muito bom, Maria Rita!
Concordo que o problema está no excesso...
:)

Ana B. disse...

gostei
e sobre o excesso, desejo desenfreado tem que frear mesmo
td desenfreado nessa vida faz mal
iauahauahua