segunda-feira, 24 de outubro de 2011

"Nem tudo que é bom vem de fora"


Tema: Desejo

Vou abordar o desejo um pouco diferente do que a Ana. Vou falar do desejo carnal.

Quantas vezes ele não se confunde com os sentimentos? Não sei de vocês, mas eu demorei muito tempo pra aprender a separar as duas coisas. Pra mim, eles estavam interligados. Se ocorria um, é porque o outro também existia; e isso complicava demais as coisas na minha cabeça.

Até que depois de muito levar na cara e muito refletir sobre essas duas coisas, entendi que eles são paralelos um ao outro. O desejo vem e passa. É forte e momentâneo. Já os sentimentos vêm devagar e ficam, duram um tempão dentro da gente. O desejo te confunde, o sentimento te aclara. 

Percebi que quando se têm sentimentos, também se tem desejo. Mas nem sempre quando se tem desejo, existe o sentimento.

5 comentários:

renatocinema disse...

Quando entender tudo sobre os sentimentos, me avise. Eu não consigo entender nada dos meus.


Abraços

Dai disse...

Eu aprendi que eles são independentes mesmo. Mas não acho que quando existe sentimento existe desejo, necessariamente.

E isso que difere a amizade pra um namoro..rs

=*

Ana B2 disse...

acho que vc sintetizou mto bem na última frase.
os dois podem andar juntos, mas as vezes é apenas desejo.

e tem gente que vive uma vida inteira, sem perceber isso, iauahauhaua

Alline disse...

O meu desejo, quando não saciado, insiste e persiste...

Elaine disse...

Sem dúvida o desejo não indica sentimento, vide malucos que "botam pra cima" pela simples satisfação da conquista.