segunda-feira, 30 de maio de 2011

Vida saudável, não atlética

Tema: Esportes/Exercícios/Bem-estar
Não sou nem nunca fui uma pessoa atlética. Nunca tive habilidade pra esporte nenhum. O máximo que consegui fazer quando criança era ballet e jazz porque não havia competição, nem ninguém jogando bolas em minha direção.
Ainda assim, não posso ignorar o bem que os exercícios fazem para a saúde. Sei que a preguiça costuma falar mais alto, mas é nessas horas que devemos pensar no tanto que uma horinha de caminhada nos ajudará. Além de melhorar a saúde, desestressa! É pena que algumas pessoas só valorizem isso após ficarem doentes – grande parte por causa de seu sedentarismo.
Pessoas sem coordenação como eu poderiam tentar se manter saudáveis com caminhadas, musculação, aulas com séries de exercícios mais simples. Tudo bem leve.
Apenas não sou a favor de quem exagera nos exercícios e na dieta para seguir certos padrões de beleza, para chamar a atenção dos outros, para conseguir trabalho – o que é considerado “normal” hoje em dia. Pra mim, isso é totalmente o oposto de normal e saudável.
Aproveitando o tema, indico o seguinte site que fala de saúde e bem-estar, em que minha amiga Letícia trabalha: www.minhavida.com.br

3 comentários:

Atitude do pensar disse...

Exercício físico deve ser feito de forma prazerosa. Jamais gostei de musculação ou o próprio clima de uma academia, mas topo ficar 1 hora nesse ambiente fazendo algo que realmente gosto, como kicking Boxing.

Dai disse...

Mari,

mas uma hora é uma vida!!!!

Porque eu não posso fazer exercício quando durmo? =/

Dai disse...

Obs.: Não acredito que vc fez aula de jazz!


0_o