sábado, 9 de abril de 2011

Deixem a máscara cair

     Como todos já sabem, os brasileiros possuem uma fama de serem extremamente receptivos, amáveis, amigáveis, sempre de bom humor, além disso, por inatistas que somos, já nascemos sambando e curtindo o Carnaval aos olhos dos estrangeiros, não é? AHAM! Continuem se iludindo aqueles que ainda acreditam nisso!
     Quer dizer então que nenhum brasileiro tem um dia ruim? O sorriso nunca sai do rosto? O Carnaval dura o ano inteiro (tirando a Bahia, :P)? E todos vivem dele? Só a amor constrói? AHAM ! Senta lá Cláudia !
     Minha genteee, isso tem que parar, pois os alimentadores dessa farsa somos nós mesmos, brasileiros, que propagamos isso pelo mundo. E enquanto mantivermos esse pensamento, nossas relações lá fora só serão do tipo:

- Brazilian?
- Yes, yes.
- Oh, Show me the Samba, Carnival!

     Quer dizer então que não tenho o direito de NÃO gostar do carnaval e NÃO saber sambar? Fala sério!!! Temos que parar de refletir somente isso lá fora. Tudo bem, podemos ser tudo isso, mas somos MAIS também, temos defeitos que também determinam nossa identidade, temos dias ruins como os franceses, ficamos no vermelho como os argentinos, sentimos medo como os japoneses.
     Vamos alimentar coisas diferentes e nos valorizar mais, vamos mostrar que nos interessamos por coisas que fazem mais a diferença, por que enquanto o Brasil inteiro samba, o mundo se move para um caminho nada agradável onde o Carnaval não foi convidado.

5 comentários:

Ana B. disse...

Olha, se o jeito de desfazer a farsa é não sambar e não sorrir pra qq um, acho que eu tenho contribuido pra isso desde o meu nascimento! iauahauahua

Nara disse...

Não sei sambar, Dai! Como que faz? Não vão acreditar que eu sou brasileira!

Dai disse...

Então, fui assistir essa semana e apesar de outros méritos, a imagem passada é que aqui é o país do samba sim.

Eu sei sambar. \o/


beijo

Atitude do pensar disse...

Bem, não sou sorridendte e muito menos bem humarada, mas tenho aprendido a gostar de carnaval interiorano.
Mas descobri algo: Lá fora, muitas vezes nossa imagem é melhor do que a que temos.
Portanto, deve começar por nós, conhecer melhor a atuação do Brasil, sua história, enfim, a nossa história.
Bjin,
K.

Atitude: substantivo feminino. disse...

Adoro samba. Sou receptiva.
Mas quer saber..tenho vergonha do turismo no Brasil. Tenho muita vergonha naipe enfiando minha cara no saco.
Acho deprimente, cafona, forçado, promíscuo e tudo de ruim a forma como o turismo é conduzido principalmente aqui no Rio.

E ó
Preparem-se..pois a Copa e as Olimpíadas vem aí..
Socoooorro...