sábado, 12 de março de 2011

APAGA A VELA

     Para não dizer que eu não curti o Carnaval, eu fiz praticamente o que o eu-lírico da marchinha abaixo sugeriu. :P

APAGA A VELA

(Braguinha, 1941)



Bela, bela
Apaga a vela, ó bela
Apaga que eu quero dormir



Apaga também os teus olhos
Não passes a noite falando
Que eu ando com o sonho atrasado

       Esse ano São Pedro não quis nem saber das preces de milhões de pessoas que tiveram seu feriado encharcado, literalmente, pela chuva de verão que só deu uma trégua nessa última quinta-feira, claro, nada que Freud não explique.
         Euzinha, por outro lado, não reclamei nada da chuva gostosa que me incentivou por todo o feriado a ficar debaixo das cobertas apenas vegetando, ainda mais porque, deu para eu diminuir a minha lista de filmes ainda não vistos.
        Mas, para quem curtiu o Carnaval em Salvador ou em outras cidades nordestinas, fica aqui minhas palavras de inveja: "Eu nem queria mesmo. Praia, sol, mar e morenos sarados dançando por toda parte, isso tudo só me causaria cartelas e cartelas de PROZAC para me recuperar depois que eu voltasse para casa !" :P

Teus olhos enormes de brilho azulado

Já não posso resistir

2 comentários:

Ana B. disse...

aproveitei o carnaval da mesma maneira que vc, e vou dizer... prefiro!

mas enfim, gosto né? rs

=)

no máximo troco os filmes por um carnaval do rock, ou pela praia, mas sem axé!

Dai disse...

Eu passei o Carnaval como você, a diferença é que eu ainda caí na panceta e isto me custou algumas noites de sono. Mas tudo bem.

Eu detesto micareta.

xD

beijo!