sábado, 15 de maio de 2010

Experimente se for capaz


     Paladar.
     Tá ai uma coisa que eu gosto de sentir. O gosto, o sabor. Eu costumo falar que melhor que comer só dormir. Então, imaginem que o sentido que mais uso é o PALADAR, hehe... A Nath e a Daí podem confirmar, né meninas?!rsrs
     Para vocês saborearem comigo as sensações do paladar me acompanhem em um almoço de sábado.
     Eu, a cozinha, o fogão, as panelas, os ingredientes e lá vamos nós.

     Menu do dia: Arroz, feijão, bife, jiló e uma saladinha de tomate básica -Peraí, vão falar que esperavam um “STEAK AU POIVRE VERT” (Filé mignon flambado ao creme de pimenta verde com batata sauté ou arroz) – não, minha gente, já estou fazendo um grande esforço de me imaginar cozinhando em um sábado, não exijam mais de mim, e além do mais era o que eu tinha na minha geladeira imaginária, rsrs.

     Então vamos começar preparando o arroz jogando o óleo na panela em seguida o alho – e tudo já começa aí, não sei a de vocês, mas só com esses dois elementos combinados a cozinha já é invadida por um aroma que é reconhecido e sentido pronta e facilmente pelo nosso paladar, um gostinho salgado que já excita nosso estômago a ansiar pelo almoço. Depois é a vez do feijão – Ah gente, eu moro em uma casa com quatro meninas mulheres que ainda têm a falsa ilusão de que cozinhar feijão é o fim do mundo, portanto, é lógico que esse eu só vou tirar do congelador um dos vários potinhos que minha mãe querida mandou e adicionar um pouco de sal quando este já estiver quase todo dissolvido – Depois do feijão, os bifes, ahhh essa parte é mágica, como eu adoro sentir o gosto do tempero se misturando com um bom pedaço de contra-filé (ops, peraí, deixa eu enxugar a baba aqui) e de novo percebemos o gostinho do salgado, sem nem mesmo ter entrado em contato com a carne. E simultaneamente com o preparo da carne, está o jiló sendo cozido em outra panela onde este exala claramente um gostinho amargo que é sua marca registrada, e que combinado com o arroz e o feijão a mistura fica até agradável na boca.

     Por último, a salada. Tomate lavado e picado em rodelas já acompanhado do sal, do azeite e o que para mim não pode faltar em uma salada, o limão. Gente, como eu amo limão, aposto que todos já sentiram pelo menos uma vez aquela básica contração na bochecha quando espreme um limão ou sente o aroma do mesmo. No meu caso é instantâneo, eu parto o limão e quando o sumo começa a se proliferar minha boca contrai e já consigo sentir o gosto azedo do limão na minha boca. Adoooro.

     O almoço pronto, a mesa posta, partiremos para uma ação tão boa quanto apreciar os aromas gustativos mencionados acima. Vamos saborear ativamente a comida preparada (ou não, :p). De sobremesa, um delicioso sorvete com pedaços de chocolate que quando se encontram com nossa língua o sabor doce e calórico vem com tudo.

     Para mim o sabor é isso, é sentir os aromas na boca antes mesmo do alimento entrar em contato com a língua e depois também degustá-los repetidamente percebendo cada tempero a seu tempo, a pimenta, o sal, o açúcar e o próprio alimento.

     O que acham? Deu uma fominha aí???
     Eu acho que vou sair da imaginação e partir para a ação. Vou almoçar em um restaurante (Ahhh gente, hoje é sábado, rsrs).

6 comentários:

Natália disse...

hauahuaaua...primeiro comentario...antes do amigo!
Paladar eh a sua cara neh La...pessoa q lembra das coisas por causa da comida!hauahuahau
adoreiii
bjss

Daniel Savio disse...

Mas o paladar também é massa para usar em brincadeira hot com o amado...

Hua, kkk, ha, ha, brincadeira com um fundo de volupia.

Fique com Deus, menina Lais.
Um abraço.

Raquel de Carvalho disse...

Eiii... tem Selinho pra vcs lá no meu Blog!!!!

http://pensadoecontado.blogspot.com/

Beijossss

Raquel de Carvalho disse...

São meio dia e uns quebrados... é covardia ler isso daqui!!! kkkkkkk
Maravilhoso, deu mais fome ainda!!!! Tchau que estou sentindo um cheirinho de pimenta me chamandooooo!!
ehehehehe

Adorei!!!

Edilson disse...

La vai devagar no sal kkkkkkkkkkkkkkk
eu posso troca alguns ingredientes????
engraçado acho que em uma ocasião já te vi sofrendo com limão, uhmmmmm seria por causa do hortelã??????
bjo te mais

Dai disse...

Li de novo, né? Porque estou morrendo de fome e sou uma anta, só pode ser ¬¬

(tudo pq não quis jantar ¬¬')

Também acho que a comida começa pelo cheiro, e a fome também. É só sentir o cheiro que o estômago dá sinal de vida.

Melhor coisa é comer...ai ai


=**