quarta-feira, 14 de abril de 2010

INAUGURAÇÃO

                                     

A inauguração marca um momento. É o dia “D”, onde os sonhos e os projetos idealizados e aguardados por tanto tempo são, finalmente, inseridos na realidade.

É um dia decisivo, em que os dados são lançados e o jogo da vida começa, trazendo suas surpresas, dores, mas também muitas felicidades.

Penso que se deve sempre ter coragem para inaugurar as coisas de nossas vidas. Enquanto sonhos, nossos planos são sempre embalados em nossos colos acolhedores, livres de fracassos e decepções. No entanto, quando o esperado dia chega, é preciso ter coragem de abrir os braços e deixar que os nossos tão adorados projetos e ideais, lancem-se a realidade e provem o seu valor.

É uma experiência, muitas vezes, envolta de medos, expectativas e ansiedades, mas também plena de felicidade e esperanças, já que, apenas quando se estabelece o início, apenas quando se dá o primeiro passo, é que a vida realmente se firma e se realiza.

O herói é aquele que deixa o aconchego do lar para empreender a sua própria jornada. O verdadeiro pássaro é aquele que abandona o calor e a proteção do ninho e se lança ao voar. Como, pois, ser pássaro ou homem sem, constantemente inaugurar-se?

Para mim inauguração é isso: é tornar-se cada vez mais humano, ao ter coragem de lançar-se a cada aventura, ao apostar nas possibilidades e confiar na potência de seu sonho, ao, sobretudo, saber-se mais forte a despeito das ventanias, tempestades ou obstáculos que apareçam pelo caminho.

Inaugurar-se é renascer a cada momento. Inaugurar um projeto é renascer na coisa inaugurada. E são nessas pequenas, mas importantes inaugurações, que a vida se frutifica.

5 comentários:

Luna Sanchez disse...

O legal é isso : ver-se no projeto, reconhecer-se na concretização, viver no desenrolar.

;)

Felicidades pra vocês, vida looooooonga ao blog.

Beijo, beijo.

ℓυηα

Nara disse...

Pois tá inaugurada! E foi lindo!

Torço muito por vcs!

Beijo,
Nara

Lucão disse...

E o tanto que vai ser bom acompanhar esse danadinho aqui do nascimento atéeeee a vida longa? já pensou? já! já sim!

:)


beijos, srtas.

Dai disse...

Lembrei do Joseph Campbell dizendo que as vezes a gente espera encontrar um minotauro no fim da jornada, mas no final, a gente encontra um deus...

Acho que essa coisa de inauguração como renascimento é bastante por aí mesmo.

Parabéns pelo primeiro post! Vida longa na vida e no blog! Tim tim ;)

Daniel Savio disse...

Fico interessante, mas é o ninho do passarinho azul (o da felicidade)?

Hua, kkk, ha, ha, não resisti...

Fiquem com Deus, menina "desconhecida".
Um abraço.