quarta-feira, 11 de julho de 2012

Deixa o moço bater que eu cansei da nossa fuga


Eu achava essa história mais bonita. Mas hoje não, hoje e há um tempo que eu me pergunto porque a maioria das relações se baseiam na conveniência e não no amor. Como a Ana B escreveu no post passado, com tantas opções, se hoje pode-se escolher, por que as pessoas não escolhem o amor?

O casal da história da música meio que escolheu o amor de alguma forma mas também escolheu o anonimato. Vai saber o porquê, acho complicado isso, por que também não permitir que a pessoa com quem você está mas não deseja mais encontre alguém que a deseje como agora você deseja outra pessoa?

Boa parte dos casais vivem juntos porque é menor o custo. O casamento passa a ser uma sociedade em que é permitido transar com o sócio (de vez em quando) e não mais que isso. Continua-se junto porque é mais barato dividir aluguel, contas e tal do que morar sozinho. E mais, como assumir o fim de um relacionamento? Parece ser assumir uma falha, um erro, um fracasso. Pessoas continuam juntas pela vergonha do que os outros vão pensar se elas se separarem. E isso é um erro, uma relação acabar não é um fracasso, fracasso é continuar com alguém que você não ama mais ou sabe que não é mais amado. Fracasso é olhar para o lado na cama ao acordar e se perguntar onde foi parar o que você sentia no começo e admitir que nem conhece mais quem se deita ali. 

Relações não terminam porque deram errado. Terminam porque deram muito certo - até ali.

Eu não sei o porquê de o casalzinho viver às escondidas por tanto tempo, não sei o que diziam para os seus respectivos parceiros, não sei quase nada, mas sei que se cansaram e tiveram coragem para morrer mas não para viver a vida que queriam. 

2 comentários:

Joyce Carvalho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Joyce Carvalho disse...

Alguns casais passam por tais momentos e decidem recomeçar. descobrem que o que parecia conveniente, era real. E se dão mais uma chance...por que não se dar essa chance? nem todos vivem ás escondidas com seus sentimentos e relacionamentos e por isso escolhem novamente o amor. todo casal fracassa em algo, mas não é errado tentar acertar depois do fracasso. Sou casada há seis anos e nem tudo é flores, mas existe o amor e isso nos fortalece e faz com que, o que às vezes parece conveniente, se reacenda cada vez mais forte. além do amor, devemos tbm escolher a felicidade.