sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Sobre medos e pombos

Tema da semana: Favor não alimentar os medos. 

Tenho um pouco de medo de pombos, como tenho medo dos medos. Que fazer? Não dar de comer a nenhum dos dois. Quem alimenta os pombos e os medos não me diz respeito - assim como os pombos e medos dessas pessoas.

Quem alimenta pombos e medos  multiplica-os. Na minha vida não há espaço para a multiplicação dessas coisas e debaixo da minha cama, só há espaço para cobertores e afins.

Quando o medo pinta por aí, não o convido para comer e sim para beber. E aí batemos um papo muito honesto, sabe? Às vezes, entramos num acordo. Noutras, ganho dele no truco. Só que ele também ganha de vez em quando. Talvez essa nossa relação tenha uma certa harmonia e vez por outra ele me chega de mansinho para dizer:

- Só vim para dizer que me importo e que você precisa ter cuidado nessa vida...

Um comentário:

Wanessa Guimarães disse...

Tenho pavor de pombos. D:

Beijo,
www.estanteseletiva.com