terça-feira, 21 de agosto de 2012

A palavra tem força


Que diferença faz se o que você disse não era o que queria dizer?


Eu sempre escutei que “Toda brincadeira tem um fundinho de verdade.” e concordo com isso, quando você diz algo e logo em seguida vem com a frase “Desculpa, não era o que eu queria dizer.” você só está afirmando o que você disse, por que na real, você já estava com vontade de fazer/dizer aquilo.

Na realidade a sua vontade de dizer aquilo tudo já existia ali há muito tempo, mas você ponderava você segurava, então veio o momento, o momento de desabafar, a tal “brincadeirinha” que com toda certeza eu ou você já fizemos e já recebemos de alguém.

Talvez essa “brincadeirinha” nada mais seja que um “toque”, para que você reflita e repense seus atos ou a maneira que está agindo, e isso te faça crescer, ou pode ser apenas maldade mesmo, nunca se sabe o que realmente passa na mente das outras pessoas, o certo é que, maldade por maldade não leva a nada, e palavra por palavra também não, sendo assim pensar antes de pronunciar pode e sempre vai ser a melhor opção, afinal...



"Falar até papagaio fala, então pondere o que está dizendo, pois ao seu redor tem muita gente para escutar."

3 comentários:

Daiany Maia disse...

e é por isso que brincadeira tem limite, né? Quando alguém brinca com a gente sempre com o mesmo assunto, e esse assunto é meio pejorativo, vc passa a acreditar que não é apenas uma brincadeira, que a pessoa está querendo dizer aquilo mesmo e usa a brincadeira como disfarce. Tenho pensado muito nisso, e tenho procurado maneirar nos comentários, sejam eles brincadeiras ou não

Talita Ghiotti disse...

Exatamã!

Nara disse...

Da dificuldade de segurar a língua dentro da boca!