sexta-feira, 20 de agosto de 2010

As 7 Inteligências

Howard Gardner, psicólogo da Universidade de Harvard, não contentava-se com a ideia de Q.I, para ele não deve-se aplicar o conceito de inteligência como uma capacidade inata, geral e única, que permite aos indivíduos uma performance, maior ou menor, em qualquer área de atuação.Cada um é cada um, temos capacidades diferentes, baseadas em nossas experiências de vida.
Segundo ele, os seres humanos dispõem de graus variados de cada uma das inteligências e maneiras diferentes com que elas se combinam e organizam e se utilizam dessas capacidades intelectuais para resolver problemas e criar produtos.
Aqui estão elas:
Inteligência lingüística - Os componentes centrais da inteligência lingüistica são uma sensibilidade para os sons, ritmos e significados das palavras, além de uma especial percepção das diferentes funções da linguagem. É a habilidade para usar a linguagem para convencer, agradar, estimular ou transmitir idéias.
Inteligência musical - Esta inteligência se manifesta através de uma habilidade para apreciar, compor ou reproduzir uma peça musical. A criança pequena com habilidade musical especial percebe desde cedo diferentes sons no seu ambiente e, freqüentemente, canta para si mesma.
Inteligência lógico-matemática - Os componentes centrais desta inteligência são descritos por Gardner como uma sensibilidade para padrões, ordem e sistematização. É a habilidade para explorar relações, categorias e padrões, através da manipulação de objetos ou símbolos, e para experimentar de forma controlada;
Inteligência espacial - Gardner descreve a inteligência espacial como a capacidade para perceber o mundo visual e espacial de forma precisa. É a habilidade para manipular formas ou objetos mentalmente e, a partir das percepções iniciais, criar tensão, equilíbrio e composição, numa representação visual ou espacial.
Inteligência cinestésica - Esta inteligência se refere à habilidade para resolver problemas ou criar produtos através do uso de parte ou de todo o corpo. É a habilidade para usar a coordenação grossa ou fina em esportes, artes cênicas ou plásticas no controle dos movimentos do corpo e na manipulação de objetos com destreza.
Inteligência interpessoal - Esta inteligência pode ser descrita como uma habilidade pare entender e responder adequadamente a humores, temperamentos motivações e desejos de outras pessoas. Ela é melhor apreciada na observação de psicoterapeutas, professores, políticos e vendedores bem sucedidos.
Inteligência intrapessoal - Esta inteligência é o correlativo interno da inteligência interpessoal, isto é, a habilidade para ter acesso aos próprios sentimentos, sonhos e idéias, para discriminá-los e lançar mão deles na solução de problemas pessoais.

2 comentários:

Dai disse...

Ai gente, pode ter só uma? =/

Apesar que eu sou uma graça em relações interpessoais, uma fofa mesmo, né, Naty?

Na intrapessoal também, nem preciso de terapia =)

Sou super boa em esportes.

Me localizo super bem com estou na Fidel, as vezes eu dou umas voltinhas a mais, mas isso é porque eu adoro andar de moto

Inteligência musical, orra, já me viu cantando?

Inteligência linguistica: opa, sou super boa com a língua ^^

beijos

Daniel Savio disse...

Podemos ter várias capacidades, mas no final, não tira a necessidade de um trabalho em equipe...

Fique com Deus, menina Naty.
Um abraço.