segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Planejando não planejar


Tema: Lista de objetivos para o ano que vem.








Eu sou dessas pessoas que não se dão bem com mudanças. Por mim, nós não mudaríamos o ano, pois isso poderia atrapalhar algo que já está bom. Sou meio carrancuda quando o assunto é mudar. Só que penso também que seria bom mudar para que algo que está ruim tenha a chance de ficar melhor ou ser melhor. É um dilema. No fim, meia noite fecho meus olhos, penso em coisas boas, dou um gole da bebida cara e abraço quem amo (um homem primeiro de preferência, porque diz as boas línguas, que atrai pro ano inteiro).

Houve uma época que tentava fazer de tudo um pouco: pular ondinha, jogar pipoca para o alto, queimar papéis, acender vela, vestir branco e calcinha rosa, fazia lista, metas, desejos e até lambuzava meu nome no mel. Só que aí eu desisti. Secou a fonte do pai de santo que existe em mim.

Hoje o meu maior plano é não planejar. O meu maior objetivo é deixar a vida levar e que leve de maneira delirante e insensata a 200 quilômetros por hora e sem frear. Não vou dizer que não existe plano algum, porque seria besteira minha e tenho como verdade que a esperança é a ultima que morre. E eu até penso em fazer algum exercício físico para perder essa barriguinha mole, penso em passar menos tempo na internet deixando o tempo bom passar, penso em ser mais doce com as pessoas e responder menos de maneira seca, penso em ler mais livros e ver mais filmes, penso em conhecer novas pessoas, penso em ganhar mais dinheiro (pois como disse o Frejat, “é preciso viver também”), penso em me vestir melhor, em cuidar do meu cabelo, penso passar mais tempo com minha mãe, penso, penso, penso, penso. E penso no mar, penso que quero ver o mar logo, e sentir o sal e o sol na pele. Só porque é gostoso. Penso. Já até sinto.

Mas hoje, agora, meu plano pra 2013 é ter uma VIRADA. E eu sempre quero uma virada legal, como se absurdamente e virada fosse determinar todo o resto. E aí vou desejar os sentimentos bons. O meu plano é ser feliz. 

Um comentário:

Laninha disse...

abraçar um homem na "virada do ano"... hum... vou aderir! rs
Felicidades então, Nara!