sábado, 22 de setembro de 2012

vida sobre papel


Tema: drogas alternativas.




Traço o achado, a saudade, o encanto, a beleza, o triste, o feio, a vontade, o sonho... E os guardo. Alguns depois ganham outros donos, ou vão para o lixo, mas a maioria não, e fica lá na minha estante colorida, recolhida nas pastas que só verão luz na próxima fuga ou catarse. Pois é, eu desenho. 


2 comentários:

Carolina disse...

Ahhhh eu quero ver!!!!

Nara disse...

Às vezes me dá vontade de desenhar também, mas sempre deixo passar...
Que arrependimento!

Beijo!