quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Água e Sabão


Tema da semana: drogas alternativas.



Tem gente que come chocolate. Bebe cachaça. Fuma maconha. Vai no puteiro. Estoura bolinhas. Vai ver o mar. Anda de bicileta. Come todos os bombons da caixa. Mergulha no mar. Corre 10 km. Bebe uma garrafa de vodka e outra de tequila. Faz tricot. Joga paciência spider. Toca contra-baixo. Grita. Dança até o chão. Malha até desmaiar. Come até estourar. 

Eu lavo roupa e canto. Esfrego, torço, enxáguo. Canto alto e mais alto e mais alto. Depois tomo um copo de coca-cola bem gelada e pronto, passou. Meu divã é o tanque, meus terapeutas, a água e o sabão. A música é bem vinda pra deixar tudo mais divertido e fazer a hora passar mais depressa.

Não sei dizer se enquanto esfrego minhas calcinhas eu penso nas sua mentiras e nos meus desejos. Não sei dizer se eu escolho Chico Buarque ou Amy Winehouse pra cantar, depende. O que sei é que quanto mais cheio está o cesto de roupas sujas, mais eu tenho coisas pra lavar dentro de mim. E a medida que ele vai esvaziando eu vou ficando mais leve. Parece que penduro junto com cada peça no varal um pedaço das minhas tormentas e elas secam com o vento, com o tempo. 




3 comentários:

Ana B2 disse...

nossa, queria ter uma droga alternativa útil assim iauahauahauahaua

Lê Fernand's disse...

show.
cada um com seu descarrego.


=)

bj meu

Daiany Maia disse...

Eu sempre me perco nas (minhas) faxinas. Paro sempre e a todo hora, perco o foco, faço outras coisas, volto ao que fazia, no final sempre fica um "rabinho" pra trás, não é má vontade, acho que é sempre vontade de olhar pra ver o que ainda tem pra clarear