quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Ter alguma opinião formada sobre tudo

O arrependimento cristão é único arrependimento que eu me lembro, assim, pensando de maneira rápida, que faz alguma diferença. Você se arrepende dos seus pecados e é salvo. Bom, fora isso, não me recordo de mais nada em que se arrepender faz alguma diferença. O arrependimento é sempre sobre algo que já foi, que aconteceu, que já foi feito o estrago. Tudo o que vier depois disso é uma atitude de barragem, contenção, minimizar efeitos - só.

Existem certas escolhas em nossas vidas que não importa o quanto você se arrependa, elas irão martelar, martelar e martelar na sua cabeça. Muitas delas irão te ferrar todos os dias te lembrando o quão estúpido você foi, o quão errado estava, ou ambas as coisas. Por isso acho o arrependimento um sentimento cômodo, depois que já foi feito é um pouco fácil dizer que preferia não ter feito.

Não fico remoendo sobre o que fiz, não mesmo. Fico remoendo sobre possibilidades, isso sim. E por quê? Porque chegar no outro dia de ressaca com a cara lavada e dizer que mudou ideia não adianta muito. Expõe você, o outro, terceiros. Expõe o quanto você é infantil. 

I N F A N T I L.

Tem horas que eu acho uma balela a canção que diz: “eu prefiro ser uma metamorfose ambulante”*.


*só às vezes, porque eu adoro o Raul. E sim, eu sei que o contexto da música é outro.

2 comentários:

Ana disse...

acho que o arrependimento só é útil qdo molda vc pra se comportar de uma melhor maneira em uma próxima oportunidade...

não é questão de remoer, mas de evoluir

mas a questão, em casos como o da culpa cristã, é que as pessoas acostumam a dizer q se arrependem e pedir perdão sucessivamente... como se o importante fosse aprender a pedir perdão e não aprender a agir de melhor maneira.

claro, o melhor mesmo é aprender a agir sempre certo, sem ter que passar por uma situação que gere arrependimento antes... coisa que eu não consegui ainda! kkkk

Daniel Savio disse...

Penso que seja mais de aprender e não repetir o erro no futuro, sabe?

Fiquem com Deus, menina
Um abraço.